Ecologia e carteira, é possível conciliar os dois?

No contexto em que vivemos atualmente, as preocupações dividem-se entre a ecologia e a gestão do próprio dinheiro. Atualmente, há uma conscientização da necessidade de cuidar do planeta e zelar para que ele seja preservado. Porém, por outro lado, a vida também fica mais complicada economicamente falando com inflação alta. Então a gente quer ter cuidado com o nosso portfólio e isso é normal. Assim, a ecologia e a carteira podem ser consideradas como potencialmente incompatíveis, mas o que é mesmo?

Neste artigo, não se trata de lhe trazer uma resposta mágica, mas sim de se questionar sobre os vários elementos a ter em conta e sobre as possibilidades que existem para tentar conciliar os dois aspetos. O que vou dizer não é uma verdade absoluta, mas apenas uma percepção que leva ao debate. Minha vontade é realmente me questionar sobre esse assunto e sua opinião me interessa muito. Então, sinta-se à vontade para dizer o que achou nos comentários.

Devemos permanecer lúcidos sobre o fato de que, em nossa escala, nosso impacto no meio ambiente é mínimo. As grandes corporações têm o impacto mais negativo no meio ambiente. As petrolíferas, como a ExxonMobil ou a Chevron, as mineradoras, como a Rio Tinto, ou as alimentícias, como a Monsanto, estão entre as maiores poluidoras e contribuem para a deterioração do planeta. Nosso comportamento então tem um impacto negativo comparativamente limitado no meio ambiente. No entanto, nossa força está em nossos números. Todas as nossas pequenas ações de preservação do meio ambiente, reunidas, representam uma parte mais significativa e não insignificante.

O que pode fazer você pensar que os dois são incompatíveis?

É compreensível que numa sociedade em que somos obrigados a controlar as nossas despesas, nem sempre seja possível pagar mais por um produto mais amigo do ambiente. O principal problema, portanto, vem do fato de que, em alguns casos, comprar ecológico é mais caro. Por exemplo, existem muitas marcas de roupa que oferecem produtos feitos com materiais orgânicos ou reciclados, mas ter de pagar 50€ por uma t-shirt é um forte desincentivo. Na mesma lógica, os alimentos orgânicos costumam ser mais caros que outros produtos. Assim, seja para alimentos ou roupas, muitas vezes a melhor solução para o meio ambiente é também a mais cara. Podemos legitimamente nos perguntar se um preço mais alto é realmente devido a custos de produção mais altos ou se os comerciantes estão aproveitando a oportunidade… O fato é que comprar produtos ecológicos, sejam eles quais forem, representa um custo e isso não é possível para todos.

Apesar dessa constatação contundente, ainda é possível realizar ações que vão na direção da ecologia sem que isso nos custe um braço.

Que soluções estão disponíveis para nós?

Felizmente para nós, existem certas soluções e produtos que não só têm um impacto positivo no meio ambiente como economizam dinheiro.

Existem muitas maneiras de conciliar ecologia e meio ambiente, aqui estão algumas, que estão longe de ser exaustivas. A ideia é apenas provar que é possível sim cuidar do meio ambiente sem gastar muito.

Em primeiro lugar, no que diz respeito à compra de vestuário, olhando com atenção, é possível encontrar produtos eco-responsáveis a um preço atrativo. Além disso, também devemos nos perguntar a questão de sua longevidade. Quando compramos um artigo eco-responsável, a qualidade não é a mesma, os produtos são feitos para durar. Aí você tem que pagar mais, mas se durar mais, sai mais barato. Outra maneira de economizar dinheiro é ir em segunda mão. Desta forma, você dá uma segunda vida ao produto e, portanto, tem um impacto positivo no meio ambiente e, ao mesmo tempo, paga menos.

No geral, as economias relacionadas ao meio ambiente passam por pequenas coisas. Por exemplo, sempre que possível, é bom usar recipientes reutilizáveis. É o caso da água com garrafas de vidro. Mas também é possível fazê-lo para detergente, detergente líquido, sabão, gel de banho... Embora não seja adequado para todos, outra possibilidade é usar sabonetes sólidos.

A economia também pode ser feita reduzindo o consumo de energia e água. Para energia, podemos nos concentrar em alguns caminhos: usar lâmpadas LED, desligar aparelhos elétricos quando não estiverem em uso, reduzir a temperatura de aquecimento ou usar aparelhos energeticamente eficientes. Para a água: usar chuveiros economizadores, instalar um coletor de água da chuva e evitar deixá-la correr por muito tempo são soluções relevantes.

Uma proposta final é voltar ao uso de produtos mais naturais. Em particular, podemos substituir a maioria dos produtos de limpeza e economizar dinheiro, usando produtos que são melhores para o meio ambiente, por exemplo, usando vinagre ou bicarbonato de sódio. Na mesma lógica, o uso da permacultura na sua horta permite-lhe cultivar respeitando a terra. Para aprender mais sobre permacultura, aqui está um livro completo sobre o assunto.

Conciliar o meio ambiente e economizar dinheiro é, portanto, perfeitamente possível, só temos que encontrar as soluções que nos convém. Concretamente, aqui estão alguns exemplos de alternativas: escova de dente, Recarga de gel de banho Le Petit Marseillais, Detergente. Além disso, muitas marcas oferecem sapatos feitos de materiais reciclados, como NoTime, tag de assunto de um dos meus artigos.

conclusão

O desejo de atenção ao meio ambiente leva necessariamente a uma tomada de consciência e questionamento das próprias práticas. Isso é importante para poder realizar ações que levem à preservação da ecologia ou, pelo contrário, para impedir certas práticas nocivas. No entanto, não devemos ir a extremos e nos sentir extremamente culpados pelo que fazemos.

A conciliação entre ecologia e carteira é um desafio complexo, mas é possível encontrar soluções sustentáveis e inovadoras que preservam o meio ambiente e economizam dinheiro. Por outro lado, é importante reconhecer que serão necessários compromissos.

E você o que acha? Quais são suas práticas ecológicas pessoais que economizam seu dinheiro?

Sobre o autor

Picture of Mathéo
Matheo
Meu nome é Mathéo, estou comprometido com a causa da proteção ambiental. Espero que, ao escrever artigos que apresentem novidades, possa ajudá-lo a reduzir a sua pegada ecológica.

20 € oferecidos nos seus produtos orgânicos franceses

Obtenha 20 € de desconto nos seus produtos orgânicos franceses

Aimez-vous ce contenu ?

Ajude-nos a melhorar a qualidade de nossos artigos dizendo suas sugestões

Por favor, role para baixo para comentários

20 € oferecidos nos seus produtos orgânicos franceses

Obtenha 20 € de desconto nos seus produtos orgânicos franceses

Soutenez-nous

Apoio, suporte
boletim informativo

comentários

Subscribe
Notify of
hóspede

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentários são processados .

0 Commentaires
Inline Feedbacks
View all comments
Imagem do bloqueador de anúncios com tecnologia Code Help Pro

Adblock detectado!

Desative seu bloqueador de anúncios e atualize a página.

A veiculação de anúncios é essencial para apoiar nossa iniciativa e garantir acesso contínuo a conteúdo de qualidade. Esses anúncios desempenham um papel fundamental no financiamento de infraestruturas críticas, como hospedagem e nomes de domínio, bem como no pagamento de nossos autores.

Estamos empenhados em garantir uma experiência de usuário agradável. Assim, garantimos a ausência de janelas pop-up ou anúncios animados no nosso site. Todos os nossos anúncios são discretos e não invasivos.

Adicione currenttrends.fr à sua lista de permissões e atualize sua página.

Agradecemos a sua compreensão e desejamos uma excelente navegação.